Domingo, 13 de Agosto de 2006
Peregrinação Internacional 12 e 13 Agosto em Fátima

Foto: Santuário de Fátima

D. Dionisio Lachovicz, responsável da Igreja Greco-Católica pelas Comunidades Ucranianas do Exterior, presidiu à Eucaristia como delegado do Cardeal Lubormyr Husar, patriarca da Igreja Greco-Católica da Ucrânia, acompanhado por D. Vitalino Canas, Bispo de Beja.
Durante a homilia, D. Dionisio Lachovicz abordou as causas e problemas que enfrenatam as comunidades de imigrantes, especialmente os originários do Leste Europeu.
"Ao caírem os muros e rasgarem-se as cortinas de ferro, o mundo inteiro percebeu o mal que o sistema soviético ateu conseguiu fazer nas pessoas e na sociedade, além da falência total do seu sistema económico. A queda e falência do sistema soviético gerou novas estruturas de morte - cabeças da serpente do mal - sequela de um sistema injusto e criminoso". Depois de interrogar no sentido de saber se era possível encontrar soluções, disse: Sim, é possível. É preciso olhar para o alto, na direcção do Sol e acharemos a solução. Acredito que o milagre da "dança do Sol" poderá repetir-se, apesar das tempestades morais do contexto social.
Em Fátima, hoje acontece o milagre! Chegamos peregrinos de várias latitudes - portugueses emigrantes dispersos pelo mundo (nota do autor: são cerca de 1/3, ou seja, cerca de cinco milhões de portugueses emigrados), trabalhadores migrantes em Portugal procedentes de várias nações, refugiados à procura de paz e liberdade - aqui todos irmanamos na fé em Cristo.
Com o coração ao Alto, em direcção do Sol, donde veio Nossa Senhora cheia de luz. Aqui podeis reencontrar a vossa fé, a luz para a vossa vida de migrantes, a solução dos vossos problemas pessoais e familiares e o conforto da Igreja que vos ama como uma Mãe".
Foi agradável a participação nas cerimónias conjugando a participação dos dois ritos, de realçar a alegria exprimida através do canto que o rito Bizantino alberga. O canto final do coro de Kiev "Estamos hoje muito contentes, porque estamos junto de Nossa Senhora" traduz um pouco o mistério e a vida dos povos orientais e a sua devoção a Nossa Senhora.
Nesta Missa Internacional, onde estiveram presentes mais de 120.000 peregrinos, destaque também para a oferta do trigo por parte dos peregrinos, evento que habitualmente é feito no mês de Agosto - já é uma constante de 67 anos - e que se destina ao fabrico das hóstias utilizadas no Santuário de Fátima.
Nas cerimónias finais da procissão do Adeus - um momento alto de emoções - era visível em rostos de Ucranianos, Portugueses - e até de outras nações - algumas lágrimas a rolarem pelas suas faces. A despedida custa sempre mais, mas a verdade é que poderá ser um "até breve" para quem voltar um dia, um "até sempre" para quem não tiver oportunidade para tal, mas será - certamente - um momento único para aqueles que tiveram a felicidade de participar. Não vão não esquecer tão cedo, disso estou certo. Que Nossa Senhora vos proteja.


publicado por josedusantos às 19:54
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

A caminho do centenário

FÁTIMA EM AGOSTO

Cumprir promessas

Oferta de flores à Virgem

A luz da fé

Água de Fátima

Peregrinação Internaciona...

Bispo de Leiria-Fátima vo...

Comunidade Ucraniana em P...

Igreja Paroquial de Fátim...

arquivos

Janeiro 2017

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds