Quinta-feira, 20 de Outubro de 2005
QUEM É VIVO SEMPRE APARECE?
O ditado popular que aparece na interrogativa não pretende ser justificativo de desaparecimento, mas sim de mote para o regresso. Durante mais de dois meses em que estivemos arredados da blogoesfera - apesar de não havermos perdido a oportunidade de visionar alguns blogs amigos, sempre que foi possível -, sentimos a falta do contacto neste espaço e até alguma saudade. Voltamos ao convívio. Esperamos retomar amanhã - em pleno - a edição do blog.
Vamos deixar uma quadra dos sonetos de Luís de Camões:
"Ditoso seja quem, estando ausente,
Não sente mais que a pena das lembranças;
Porque, inda que se tema de mudanças,
Menos se teme a dor quando se sente."

Mais palavras, para quê?


publicado por josedusantos às 23:03
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

A caminho do centenário

FÁTIMA EM AGOSTO

Cumprir promessas

Oferta de flores à Virgem

A luz da fé

Água de Fátima

Peregrinação Internaciona...

Bispo de Leiria-Fátima vo...

Comunidade Ucraniana em P...

Igreja Paroquial de Fátim...

arquivos

Janeiro 2017

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds