Sábado, 26 de Março de 2005
Momentos de Reflexão


Stop2.JPG</a> </a>Praia SB2.JPGEst. V. Cavalos.JPG


Pára, reflete e segue o melhor caminho...


 


Reflexão sobre o tempo, mas como, se ele nos absorve!


Tempo é vida, é génesis da Humanidade.


Onde está o maior cientista de todos os Hemisférios que se atreva a descrever rigorosamente o que é o tempo?


Tempo será o ar que respiramos, ou apenas o que fazemos, porque temos tempo?


A reflexão exige matéria, mas não será o tempo imaterial?


Tempo, mas que tempo, aquele que se vive?


O que controla os nossos movimentos ou aquele que controlamos?


E tempo, para quê?


Para viver em permanente sobressalto, pela angústia do tempo que não temos para nada, mas que nos sobeja quando pensamos que não precisamos dele?


Tempo para ver o que nos rodeia, sem fazer nada por aqueles que não precisam de tempo para receber o que lhes falta?


Tempo que egoísticamente usamos como nosso exclusivo, quando este não tem dono nem senhor e todos o consideram seu?


Tempo será o espaço do dia ou noite que vivemos, aquele que não vivemos ou aquele que gostaríamos de viver?


Tempo será os anos que nos viram nascer, ou antes, o somatório de nascer, viver e morrer?


Tempo que para morrer não é preciso, mas que é imprescindível para viver.


Tempo será o maior dom de que dispomos – depois do acto de nascer – que o Criador nos concedeu?


Tempo serão os dias, minutos e segundos que o relógio nos mostra e que em permanente rotação nos obriga também a girar?


Depois de tanta interrogação, olho para o relógio e vejo que ainda tive tempo para expor estes pensamentos sobre o tempo.


Assim tenhais vós tempo para me dizer se esta reflexão poderá ser útil a alguém.


Se tal acontecer, poderei concluir que não perdi o meu tempo e vocês o recuperaram.


 


,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,


 


Este é o meu contributo para todos vós que pensais não ter tempo para pensar.



publicado por josedusantos às 16:20
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Antnio Reis a 26 de Março de 2005 às 21:28
Parabéns pelo texto. Do best.

O tempo é um factor material de desvio ao imaterial. É o pequeno nada à procura da perfeição por entre as entrelinhas do tudo, que o mantém. O tempo é o reflexo erróneo da matéria que, ao ser deixado, escapa-se da origem: a quinta dimensão. Paar existir tudo o que se expande e implode, tem de existir o vácuo material.

Se um dia a ciência quântica e a metafísica se cruzarem, religião e ciência serão finalmente irmãs do mesmo Deus numa racionalidade intangível mas existente.

António Reis. Pensamentos, idéias e complicar o simples.

O entendimento está do lado dos mais simples. 3 pastorinhos na Cova da Iria. Crianças no corpo, grandes de coração, de alma infinitamente amada pelo criador na sua mais importante essência da ausência dos sentidos. Cruzamos com a "quintessência".


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

A caminho do centenário

FÁTIMA EM AGOSTO

Cumprir promessas

Oferta de flores à Virgem

A luz da fé

Água de Fátima

Peregrinação Internaciona...

Bispo de Leiria-Fátima vo...

Comunidade Ucraniana em P...

Igreja Paroquial de Fátim...

arquivos

Janeiro 2017

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds