Sexta-feira, 26 de Maio de 2006
O HOMEM SONHA E A OBRA NASCE


O Reitor do Santuário de Fátima "explicando" a obra

Pelo empenho que Mons. Luciano Guerra sempre demonstrou pela nova basílica, não será difícil concluir que esta será uma obra da sua vida. Não dizemos "a obra" mas, uma obra. Quem acompanhou o seu trabalho como Reitor do Santuário, poderá fàcilmente verificar que, foi sobretudo devido à sua dedicação e sacrifício pessoal que Fátima se transformou. A nova Igreja foi apenas uma delas, possìvelmente a mais importante no aspecto visível. Claro que, sem a colaboração de muita gente solidária, isso não seria possível. Para além do aspecto de gestão de recursos de toda a ordem, Mons. Luciano Guerra teve sempre uma preocupação: gerir e transformar esses recursos ao serviço do apostolado da mensagem de Fátima. Foi nessa linha a sua preocupação de defender e alargar o património do Santuário em termos de espaço, permitindo que hoje o peregrino tenha um ambiente propício à oração e elevação para Deus. O Santuário; a Via-Sacra e toda a zona circundante até aos Valinhos; a aquisição das casas dos Pastorinhos, tudo denota o mesmo objectivo: de criar as condições necessárias ao encontro com Deus. Fátima, em muitos aspectos, é caso único. Lembramos que na vertente apostólica, foi introduzindo pequenas-grandes alterações que, em nosso entender, dinamizaram toda a cidade. Referimo-nos ás celebrações aniversárias de 12 e 13 de Maio a Outubro, cujas cerimónias passaram a ser efectuadas também aos fins de semana durante esse período. Essas realizações vieram trazer um maior dinamismo nas peregrinações, possibilitando melhor acolhimento (e recolhimento) aos peregrinos. A construção do Centro Pastoral Paulo VI veio proporcionar novas aberturas para a vivência da mensagem de Fátima, pois o acolhimento a grupos - pequenos ou grandes - em condições económicas mais acessíveis, permitiu a vinda de maior número de interessados na formação e vivência da fé cristã. Por outro lado, a sua abertura e diálogo com instituições, comerciantes, hoteleiros e habitantes permitiu uma compreensão destes para a execução dos objectivos do Santuário. Há ainda outro aspecto - não menos importante - que deve ser considerado: trata-se do relacionamento com o poder instituído, quer local, concelhio ou nacional. Graças a este bom relacionamento, hoje é possível ver a existência de espaços verdes e haver ainda terrenos livres (leia-se: sem construções ou aprovações para tal). Isso vai permitir um desenvolvimento mais racional para toda a cidade de Fátima. Tomemos como exemplo o alargamento da actual avenida das árvores - como é conhecida a avenida D. José Alves Correia da Silva - e ainda toda a zona envolvente de Valinhos e Aljustrel. Há quem considere Luciano Guerra uma personagem controversa, independentemente disso, a sua obra à frente do Santuário de Fátima só poderá ser rotulada de muito positiva, pois a forma como abraçou a causa merece o respeito de todos nós, quer concordemos com as suas opiniões e opções, ou não.


publicado por josedusantos às 12:18
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Carla Barbosa a 29 de Maio de 2006 às 22:05
Antes de mais, boa noite.
Estava eu a "navegar" pela net e eis que descubro um blog interessantissimo sobre Fátima, mas descobri um pormenor, "Fátima, Cidade de Acolhimento" nao tem um cantinho dedicado ao serviço de acolhimento do santuário??? É um serviço digno de referencia, onde "acolhem" os peregrinos um grupo extenso de pessoas, grande parte delas voluntárias, e que em nome de Nossa Senhora dão as boas-vindas e acolhem todos aqueles que a Ela recorrem. Vindos de todos os "cantos" do Mundo, de todas as etnias e confissões religiosas são assim "tocados" de forma especial como anteriormente referido em nome de e por Nossa Senhora.
Este serviço funciona diariamente, e aos fins-de-semana e feriados sem interrupção para almoço. Eu como acolhedora voluntária convido-o a passar por nós um destes dias, de preferência, até ao dia 6 de junho, para conhecer a "primeira pedra" deste serviço.
Um bem haja pelo seu blog e até um dia destes, se Nossa Senhora assim o quiser.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

A caminho do centenário

FÁTIMA EM AGOSTO

Cumprir promessas

Oferta de flores à Virgem

A luz da fé

Água de Fátima

Peregrinação Internaciona...

Bispo de Leiria-Fátima vo...

Comunidade Ucraniana em P...

Igreja Paroquial de Fátim...

arquivos

Janeiro 2017

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds